novembro 17, 2009

OAB – Chapa 2 explica porque não deu 2 por 1

OAB chapa2 

Cumprindo nossa hemorrágica e iraquiana (não sabemos bem o sentido disso, mas é bombástico) missão de bem informar os blognautas, estivemos ontem de manhã em frente o Ed. Crevanzi, sede da OAB, local de votação para a diretoria da própria. A idéia era fazer uma pesquisa boca-de-urna.

Nada como estar no lugar certo, na hora certa e falando com a pessoa certa. Entrevistamos um alto integrante da Chapa 2 - a que venceu por 53 votos mas que na hora ainda não sabia, e o intrigante integrante fez a seguinte ressonância magnética da situação:

- Seguinte, são 900 votos, certo?

- Tá. Explica aí, a gente não é advogado, 900 é o total de votantes?

- Isso. Vamos fazer 2 por 1.

- Como vocês chegaram nessa projeção?

- Seguinte, desses 900, 585 já se comprometeram conosco. Mas não é aquele “tô com vocês” michorna que não se sabe se tá ou se não tá. É compromisso mesmo, com nome anotado e garantia fiduciária. Os caras diziam: “pode anotar  meu nome e CPF.”

- Puta que os pariu!!!  Desculpe. Então, pra Chapa 1, 900 menos 585, sobram 315. Tá no papo.

- Calma. Não é bem assim. Sabe como é advogado, a gente confia desconfiando. Desses 585, nós fizemos um desvio padrão de 20% e consideramos que todos os 20% se bandeiem pra Chapa 1. Ainda assim teríamos 468 votos e a vitória.

- Ahan! O que quer dizer “advogado, agente confia desconfiando”?

- É no sentido metafórico. É pra quebrar a tensão. A disputa tá muito acirrada e gente fala isso na brincadeira. É óbvio que advogado é bicho sério.

- Ah bom! 

2 comentários:

  1. "É no sentido metafórico"

    ...

    bonito isso, quase poesia.

    ResponderExcluir
  2. Robson Matosnovembro 17, 2009

    hummmmmmmmmmmmm

    ResponderExcluir