setembro 27, 2016

Onde será que anda? Será que o Moro não está procurando?

A grande pescadora (post antigo - abr2014)

Ideli duas faces

Técnicos da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, agora comandada pela inquestionável Ideli Salvatti, já estão em pé-de-guerra com a nova chefa. Querem que ela saia. Saia justa para Diuma, sem trocadilho, hahaha. O que está pegando é que segundo consta ela entende tanto de direitos humanos quanto de pesca e relações institucionais (cargos onde ela aterrissou antes de se bandear pros DH).
É muita maldade. Sobre relações institucionais, não podemos opinar, mas sobre pesca… é maldade. Ideli é oriunda da grande região pesqueira de Xapecô-Xaxim-Não tive Xânxere. Foi criada praticamente dentro de uma canoa furada. Ela merece respeito na medida em que no decorrer de sua vida pública desenvolveu um esforço supremo para perder aquele ar de pobre (peculiar de todo pescador) e adquirir o novo visual sofisticado e erudito característico de políticos da nova geração governista.

setembro 19, 2016

Salvem os jovens

Esporte
A Som Maior entrevistou hoje o presidente da Fundação de Esportes e o que ele disse é preocupante: há um plano em Criciúma para fazer um arrastão nas escolas para levar toda a juventude para a prática de esportes. Disse ele que assim tirar os jovens das ruas.

Calma lá, presidente. Não é bem assim. Qualquer ativista de direitos humanos minimamente bem intencionado sabe que esse negócio de esporte é uma tortura disfarçada. É bullying. As pobres crianças são forçadas e correr cada vez mais rápido, pular cada vez mais alto, etc etc etc, quando poderiam estar nos shoppings, nos parques, nos terminais de ônibus, dando rolê por aí, enfim…

Ainda bem que esse plano terrorista não vai longe. Nossas instituições (Conselho Tutelar, Vigilantes do ECA, etc) vão evitar mais essa agressão ao direito que o jovem tem de fazer o que der na telha sem nenhuma autoridade pra encher o saco. Alertamos até o Green Peace (tem gordinhos que não conseguem atingir as marcas – esportivas - e são chamados de baleias).

setembro 12, 2016

Exemplo de eficiência

celular

Estamos falando da Anatel. É a agência que nos protege, por exemplo, quando ocorre alguma dificuldade no relacionamento com operadoras de telefonia celular.

É raro, mas sempre tem uma coisinha ou outra que faz esse relacionamento não ser 100% maravilhoso.

Falando em porcentual, ano passado a Anatel recebeu mais de 1.300.000 reclamações. Não é muito. Dá só uma reclamação a cada 23 segundos. Aí apareceu na mídia uns usuários reclamando também da própria Anatel que não estaria resolvendo nada.

É agora que entra o porcentual. A Anatel, disse que 80% das reclamações de 2013 foram respondidas no prazo (a lei dá um prazo para eles responderem). Sabe o que é isso? Eles te respondem dizendo que estão encaminhando à operadora sua reclamação. E você continua com o pipino insolúvel na mão.

Que ótimo!!! Viva a Anatel que te responde em 80% para deixar claro que você tem que se virar com os demônios.

Não gostou? Então engole essa: 20% eles nem encaminham nem te respondem.

Viva!!!

setembro 05, 2016

Crime certo, castigo duvidoso

Este post (de abril de 2014) é interessante. Alguém sabe dizer se a cassação foi mantida?

Imbralit 

Em Criciúma, só por muito azar muita incompetência um candidato é punido por compra de votos. Eleição é uma feira-livre, todo mundo compra e vende tudo, todo mundo sabe, mas na hora do provar não tem como.
Era assim. Até o case do Toninho Daquela-Empresa-de-Caixa-D’água (não se pode dizer o nome pra não confundir jornalismo com comercial) que deixou 500 recibos assinados ao alcance da lei. Foi cassado e parece que não tem volta.
Parece. A gente sabe como são esses processos (o Gentil da Luz foi cassado no primeiro mês, cumpriu todo o mandato e até hoje não se sabe se foi condenado de fato). Mas no caso do Toninho Daquela-Empresa-de-Caixa-D’água a justiça mandou bem. Já tem até pena sendo cumprida. 50 eleitores que assinaram os tais recibos (venderam os votos) já estão prestando serviços comunitários – pena alternativa.
Só falta agora o Toninho cumprir… o resto do mandato. Brincadeirinha. A gente sabe que não tem como ele reverter a cassação.

agosto 29, 2016

Da velha série a interminável BR-101 (repostagem)

Atraso na matéria

Formigão
Essa "antecipação" da obra do Formigão é um achado de semântica. A 101 foi prometida para ficar pronta em 2009 (com Formigão, Cavalos Cabeçudas, tudo…) e estamos em 2014. Com todo respeito aos nossos colegas redatores do JM, esse “fim antecipado das obras” é mito. Está detonado.

agosto 24, 2016

Bancos, por que não confiar neles

Bancos - nao se pode confiar
Maluf é deputado federal, isto é, autoridade; já declarou um porrilhão de vezes que nunca teve conta no exterior; aí vem o banco e paga indenização por uso de uma conta que não existe? Tá parecendo casa de tolerância. Descontrole. E nós ainda votamos num cara desses deixamos nosso dinheirinho nesses lugares.

agosto 22, 2016

Coice de porco

Romario 

Romário foi processado pelo Del Nero, insuspeito futuro presidente da ilibada CBF, por ter dito que o mesmo (Del Nero) “merece 100 anos de prisão.”

Caiu no Supremo, centro maior do saber jurídico e senso de justiça em estado concentrado, que decidiu por unanimidade (decisão inteligente, portanto) o seguinte: “Merece 100 anos de prisão” não é injúria. É, sim, apenas uma crítica por ser o cartola uma figura pública.

Não é uma maravilha? Guardamos essa em dois pendrives pra não perder. Chamar figura pública de ladrão é crítica. Pode processar que não dá nada. Pro Baixinho, não deu…

agosto 15, 2016

Misturou carne com pão

Renner
O cara trabalhava nessa loja (acima, cujo nome não podemos citar porque confunde comercial com jornalístico, e, como diremos… comeu uma colega.

Aí, o chefe do cara, provavelmente um desétero* enrustido que não pega ninguém, foi lá e demitiu o pegador.

O Putz não é um arauto da esbórnia. A gente não está defendendo aqui que uma empresa tem que ser como Câmara de deputados. Não, nada de promover a transgressão. Cruz credo! Mas também não dá pra querer que o escritório seja um templo evangélico; se bem que tem igrejas que… deixa. Uma pegaçãozinha tem que ter. Não aquele negócio de todo mundo come todo mundo, não, isso também não; mas aquela coisa saudável de ver uma boa bun… deixa dois.

No caso da Renner, aliás, da empresa acima, felizmente, teve um juiz que atuou em favor da esbórnia da liberdade de expressão empresarial. Ele botou no rabo da empresa acima deu ganho de causa ao empregado bom das bocas que ganhará uma indenização de R$ 39 mil por danos morais.

Disse o juiz (um gênio na análise das relações sexuais interpessoais trabalhistas): tais relacionamentos são “vicissitudes da vida” que ocorrem, inclusive, “com chefes de Estado e renomados políticos”. É da natureza humana estabelecer relações empatias e antipatias, encontros e desencontros, amores e desamores.

Medalha de ouro pro juiz.


(*) A gente não sabe. Nem sabemos se era homem. Isso é só uma elucubração que tem fim meramente filosófico no contexto do estrito conjugado com o nada a ver.

agosto 08, 2016

Só pra relebrar (mar/2014)

Exemplo de paz

Paz legislativa
Os dois vereadores que aparecem nessa foto são de Chapecó. Inconformados com a belicosidade registrada na Câmara deles, saíram atrás de tecnologia de paz e souberam que Criciúma é um exemplo de calmaria. Então eles vieram, falaram com a Tati, nossa bela presidente, que garantiu que a Câmara de Criciúma é mais tranquila que que um asilo de cegos. E é mesmo. Olha só…
Seta2
Fabris x Hulk
Briga na Câmara Criciúma
Ó que coincidência. A Tati no meio do sossego.

agosto 01, 2016

Só pra lembrar (março/2014)

Rasgação na ACIC

Temer na Acic
Temer na Acic - rasgacao
Toda essa rasgação de seda ficou, assim, digamos, meio sei lá. Vamos à análise.
Temer veio, ficou uma horinha e calçou o cabelo de volta pra Brasília. Nem a segunda dama trouxe.
Era posse da diretoria da Acic, mas JP Messer matou: a estrela da festa foi o Temer. Aí é que está o nó. Estrela por estrela, podiam ter trazido o Padre Marcelo; Ivete Sangalo, talvez; Roberto Carlos, vai – de repente a Acic descolava um patrocínio da Friboi. Essa turma aí, era só trazer, pagar o cachê e mandar de volta no fim da festa. Tudo privadamente.
Já o Temer não. Com ele veio meia Brasília, entre piloto, mecânico, comissárias, segurança (20), garçom, camareiro, contra-regra, mordomo, mestre de cerimônia, flanelinha. O lado bom é que essa galera veio tudo de graça… pra Acic. Quem pagou fomos nós. 
O que fica é aquela pontinha de dúvida quando se vê a iniciativa pública fazendo festa na privada. O povo pagando e meia-dúzia levando vantagem. Tudo publicamente.

julho 25, 2016

Março de 2014... tempos horríveis onde os bandeirinhas erravam

Gol suspeito

Gol suspeito
Futebol é uma ciência exata onde cada erro gera reação proporcional ao peso dividido pela massa atingida ou equivalente, o que vier primeiro.
Analisando as repercussões do jogo Tigre 1 a 0 no Metrô, encontramos algumas vertentes que podem levar a tudo, menos coisa que ofenda vetores objetivos na escala padrão Fifa da bola rolando.
Nós, dependentes da força e da riqueza do Mahatma Angeloni estamos nos sentindo a Ucrânia diante da declaração de guerra da torcida de Blumenau ao supermercado do nosso líder máximo (pra quem não sabe, eles estão em campanha para que metropolitanos só comprem no Cooper e rede Top). Ninguém dorme direito na Ucrânia.
Se o boicote deles for proporcional à ilegalidade do gol o Angeloni fecha. Nunca na história desse jogo se viu tanto impedimento. O Baier devia ser multado. Vai que o bandeira vê. Aliás, a torcida do metrô devia impedir o oculista do bandeira de exercer a profissão. Devia esquecer o Angeloni e ir pra cima do bandeira.
Mas guerra é guerra. Se 100% da torcida deles realmente  boicotar o super(mercado) deve ter redução de 0,09% do faturamento e o nosso líder pode se ver obrigado a atrasar o pagamento na lotérica da fatura da Casan de sua residência sem heliporto.

julho 18, 2016

O post é velho, março de 2014... mas a buraqueira continua lá

A negação enrustida

Dizer no
Paulo Meller, hoje, na Som Maior…
Lessa: Presidente (do Deinfra), a rodovia Jorge Lacerda está uma vergonha cheia de buracos. Ela vai ser revitalizada?
Meller: Antes de mais nada… (pronto, já se sabe que não vai – se fosse ele não ia perder a chance de dizer na primeira frase), tenho que dizer a você e para seus ouvintes (excrecência inútil, lindo – tá falando na rádio, logo…) que a Jorge Lacerda é municipal… quem tem a obrigação de mantê-la é a prefeitura… de qualquer forma, estamos estudando um pacote, onde ela pode entrar… já foram iniciados os estudos, mas não foi batido martelo… é sabido que estamos atentos ao problema… mas o município tem que dar manutenção e, assim…
Tradução: NÃO!

julho 13, 2016

O mais rico mão-de-vaca do Brasil

Ricao da vez

O homem mais rico do Brasil (não é o Eike Batista – esse parece que já está na fila do Bolsa-Família) é o Jorge Paulo Lemann, que acaba de completar 75 anos. É o ricão da vez.
E o Lemann vai comemorar seu aniversário de forma diferente do que fazem os endinheirados. Esses normalmente fecham um castelo na França ou dão de presente uma casa com heliporto pra namorada com cara de neta (o aniversário é deles, mas quem ganha é a gostosa amada).
Pois o Lemann, que tem 23 bilhones em caixa  e fama de nadar com Sonrisal na mão sem fazer borbulha, convidou os amigos para seu níver… em Boston. 
Ele estudou na Harvard e combinou comemorar lá a passagem de ano debatendo com acadêmicos, empresários, executivos de classe mundial e amigos durante um fim de semana. O tema será: Explorando o Conhecimento e o Futuro.
Os convidados terão que pagar suas passagens, mas Lemann, num gesto de extrema bondade, vai pagar hospedagem num quatro estrelas de Boston.
Consta que é alta a incidência de convidados alegando outro compromisso para a data.

julho 04, 2016

Estatísticas e suas pegadinhas

Escala-pib
Lemos no jornal que 130 mil criciumenses ganham R$ 1.000 por mês, 58 mil ganham R$ 2.500 e uns 4 mil ganham mais de R$ 5000. O jornal diz que chegaram nesses valores dividindo o PIB pelo número de habitantes. A escala é só essa. Nada dos acima de 20, 50 ou 100.
Fica difícil. Parece estatística pra medir pobre. Pra nós a conta é mandrake. Pra começar, nem todo mundo pega no batente por aqui. Crianças, os próprios desempregados, políticos, etc. Tem também as garotas de programa, que tem renda variável, tecnicamente integram a força de trabalho, mas formam uma classe localizada ali meio entre o… deixa pra lá.
E tem a outra turma. Angeloni (que tem PIB próprio)  nas cabeças, o falecido Zé Mezzari (foi-se, mas não levou a dinheirama), o Cizeski, o Smielewski (da Betha) e o Fontaneski. Só eles dão uma mordidaça no PIB que sobra pouco pra fechar a conta do jornal. A escala (as três faixas) é fraca. Na boa, sem preconceito, botar o Angeloni numa faixa coladinha com a do Denis Luciano (exemplo)… cá pra nós, só passa porque aqui é Brasil.
R$ 5 mil… é a garrafa de vinho que o homem toma no almoço.

junho 27, 2016

Imagina o vinho que esse cara toma…

Maior mansao do Brasil
Essa propriedade ficou pronta recentemente e foi notícia na Veja. É a humilde residência do Dallevo Jr. A casa tem estacionamento para quatro helicópteros e ele, além de sócio da Rede TV!, é casado com o avião a apresentadora Daniela Albuquerque.
Grande coisa!!! Temos coisa melhor aqui. Estamos falando do Mahatma Antenor Top Class Angeloni. Puxamos no Google Earth e…
Casa de Mahatma Antenor
É muita humilhação. Nem hangar tem. Garagem, se bobear mal mal cabe duas ou três Ferraris e a Mercedes SL 63 AMG do homem. Se casa regula, o da Rede TV deveria ser presidente do Manchester United. Sem querer exagerar, o fabuloso vinho "Hermitage La Chapelle 1961" que nosso Mahatma bebe com convidados especiais, o avião a Daniela usa pra encher a piscina privê do quarto dela de 1.200 metros quadrados (ela fica que nem uma pitanga depois que mergulha no vinho).
Sobra de consolo, que em matéria de aeronave a atual do Mahatma não deve nada pra Daniela pitanga.