maio 23, 2017

Será que este menino melhorou?*

neymar 1_thumb

“Ele precisa seguir regras, precisa de disciplina, de organização.” Palavras de uma psicóloga, ontem na TV, sobre as estripulias do Neymar.

Calma lá dona. Freud explica. O Neymar é produto do meio. Ele observa e reproduz. Ele existe logo pensa que é dono do mundo (no mínimo tá comprando em 72 meses com taxa zero).

Todo mundo sabe que qualquer imbecil cujo pai ganha 300 mil por mês (tem um subgrupo formado por filhos de deputados, senadores, políticos enfim) acha que é dono do mundo e age como tal. Dirige bêbado, estupra, atropela (mata no trânsito), enche de porrada quem olha diferente (protegido por seguranças), e… não acontece nada. O pai resolve com bons advogados (ou simplesmente com jeitinho).

Isso é Brasil.

Imagina agora o próprio cara aos 18 ganhando 300 mil. Mais pra frente ele provavelmente vai aprender que a prática requer sutilezas; por enquanto, sem saber direito o que significa o poder dos 300, ele só faz besteira, transforma tudo numa grande marra.

(*) Post publicado em setembro de 2010.

maio 15, 2017

Balda feia

cusparada

O ex- craque Falcão, que batia um bolão, sentou a pua na mania que os boleiros têm de cuspir a toda hora. No mundo inteiro os xucros mal educados fazem essa coisa horrível e nojenta. Diz Falcão que pra evitar boca seca mascava chiclete.

Bonito não é, mas tem uns que tem balda mais feia… Morder, por exemplo.

maio 08, 2017

Desculpe, não foi engano

Telemarketing
Ligação para a casa do Putz, ao meio-dia:
-- Alô! É o senhor Putz?
--Sim.
-- É da EmbraCoisa. É sobre venda de TV paga. Espero não estar incomodando o senhor.
-- De jeito nenhum. Esse intervalo do meio-dia eu tiro só pra atender telemarketing. Almoço só se sobrar tempo.
-- Ótimo. O senhor tem TV paga?
-- Tenho.
-- Então tá. Tenha um bom dia.
-- Ei, ei, um momento.
-- Sim?
-- Essa EmbraCoisa tem canais digitais?
-- O senhor tem TV paga?
-- Tenho.
-- Obrigado senhor, tenha um bom dia.
-- Mas..
Tu… tu… tu… tu…
Putz moral: O chefe falou para a telemarketeira: “Se o cara já tem, tu procura não incomodar.” Aí a retardada radicalizou.

maio 03, 2017

Maré da irritação

onda-verde
Criciúma é famosa por ter trânsito complicado. Tem uma curva nesse labirinto que é crucial: onda verde. Onda verde é um negócio que existe em outras cidades e que quando a gente está nessas cidades e detecta a onda… dá raiva. Como eles podem e nós não. E não é que aqui não tem onda verde, tem onda vermelha.

Parece que fizeram de propósito. A gente arranca numa e trava na outra. Se fosse aleatório, tipo duas verdes uma vermelha, três por duas, etc, tudo bem. Mas não, é um desespero. É onda vermelha. Arruína tanto a fluidez(!) do trânsito quanto os nervos de quem está nele. Vamos dizer mais, se um presidente, qualquer presidente (da ASTC), fizesse só isso, sincronizasse os sinais (sinaleira/semáforo/sinal), ele poderia ensacar a viola e ir o cisco. Estaria endeusado para sempre. Se consagraria. Se saísse pra prefeito ganharia frouxo. Mas...
Outro dia sugeriram, para melhoria do trânsito sentido centro/Pinheirinho, uma medida muito simples que resultaria em economia de combustível, tempo, menos poluição, estresse e xingamentos: aumentar em 10 segundos o tempo do semáforo da Henrique Lage com Centenário. Essa medida simples permitiria ir dali até a Unesc sem paradas.

Nem pensar. Travar mais é possível (a sinaleira da Havan prova isso), descomplicar não. Parece simples mas não é. Deve ser a coisa mais difícil do mundo. Envolve milhões também. De dólares. Requer engenharia de Nasa. Tem que ser isso. Os caras não conseguem. Até tem gente competente lá (na ASTC) mas isso está acima deles.

Por um milagre da natureza, tem cidades que conseguem isso, mas aí envolve o sobrenatural. É fora do alcance da  ASTC.