setembro 09, 2019

Obra-prima

Palavrao
O Putz caminhava graciosamente pelo Pio Correa e presenciou a situação abaixo numa obra perto do Marista.
De cima do andaime o pedreiro trovejou com seu jeito pedreiral de ser:
- Massa, caralho!!!
O servente, no chão, devolveu:
- Por que não pega tu, seu corno.
E o pedreiro arrematou:
- Depressa, viado!!!
Nenhuma preocupação com as lulus locais (mulheres de fino trato) que transitavam por ali.

Diria Max Gehringer:

- Vemos acima um bom exemplo de como deve ser a linguagem corporativa. A mensagem tem que ser clara, objetiva e em termos facilmente compreensíveis para quem a recebe. Eis aí um ótimo modelo de como se relacionar dentro da empresa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário