maio 31, 2009

Tempos quase modernos

Copiamos do blog Textos e Dicas, que copiou de Lobotomianalma.
.
Se você tem consciência minimamente crítica, vale a pena "perder" 04:04 minutos...

.

O anel desconhecido

por email...

Vocês aí desse bloguinho sem-vergonha. Bota essa placa aí. Que anel é esse? Eu que sou de Criciúma não conheço anel externo nenhum. Pode ser até que tenha mas não conheço por esse nome. Isso que sou daqui, imagina os outros, os de fora que vêem essa placa? Criciumense que é criciumense não sabe o que é anel externo, onde fica e pra onde vai. Não gostei dessa placa. Bota ela aí, tá certo? Fui.
.

O pobre e o belo



Você seria capaz de identificar que prédio é esse, de linhas esquálidas e estilo que remete ao neo-favélico contemporâneo pleonásmico? Lembra, com algum esforço, uma peça multijanelas de conjunto habitacional coletivo da mãe Rússia pré-capitalista. É, não é brinquedo não, temos crítico de arquitetura também (e que gosta de prés e pós e neos).
A foto mostra o derriere, backside ou fundos do ícone maior da construção civil criciumense, o pós-moderno, galáctico e super-sônico Edifício Millenium, exemplo máximo o que a criatividade pode proporcionar a essa cidade, vamos dizer, minguada no ramo.
.


Ed. Millenium - vista frontal
.

Ed. Millenium - vista frontal
.

maio 30, 2009

Demônios repetidos


.
Não temos assim a agudeza sensitiva à sétima arte de um Ricardo Chicuta, que consegue curtir música boa em filme ruim (vide post), seria muita pretensão. Mas tem gente aqui que não perde nada, de Crepúsculo pirateado da net à Carlitos (ele está revendo agora a coleção total do mestre - 11 dvd's*). Aliás, diga-se, aqui tem crítico pra tudo, se é que deu pra notar. Entendemos de tudo e já vamos julgando. PutzGraça não é João Paulo Messer que diz que só traz os fatos, não é tribunal. Aqui não tem isso, não entendemos e julgamos, quer dizer, entendemos e julgamos ou vice-versa. E nosso crítico de cinema saiu-se com essa sobre Anjos e Demônios:
- Fraquinho. Já tava com pressentimento, por isso fui na quarta-feira - o estrago é menor. Saí com gosto de deja vu, continuação no mínimo. Muda só as moscas do Código da Vince. Tá difícil ver filme americano e dizer "filmaço!"

Cara besta. Acha que entende meeeeesmo.

(*) O Circo, Luzes da Cidade, Monsier Verdoux, Charlie, O Garoto, Um Rei em Nova York, Casamento ou Luxo, Festival Carlitos: os Curtas, Tempos Modernos, O Grande Ditador, Em Busca do Ouro e Luzes da Ribalta.
.

maio 29, 2009

É preciso melhorar

por email...

Senhores,

É impressionante o que acontece em algumas ruas centrais de nossa cidade. Um dos pontos onde usualmente acontecem sérias infrações à legislação municipal e uma total falta de respeito aos cidadãos de Criciúma encontra-se na rua Mal. Floriano Peixoto defronte ao Shopping Della Giustina.

Neste local frequentemente temos a ocupação indevida dos espaços públicos (passeio, estacionamento e via pública) tomados pela iniciativa privada de forma arbitrária demonstrando total desrespeito aos cidadãos e a legislação municipal.

Questionamos até quando o executivo municipal vai permitir tal situação.

Ontem por volta das 19:00 h passamos pelo local e tomamos algumas fotos que caracterizam a real situação, onde pode-se observar que mais de 50 % da via pública está interditada pela deposição de materiais de construção e dos containers para entulhos colocados de forma oblíqua ao meio fio ocupando de forma totalmente ilegal o já reduzido espaço da via pública.

Cabe ainda salientar que no período das 18:30 h as 21:30 h a Shopping supra mencionado aciona seus geradores de energia elétrica, que não possuem qualquer sistema de isolamento acústico, e brinda ao seus vizinhos um ruído totalmente fora dos padrões aceitáveis pelas normas ambientais.

Acreditamos que somente com a manifestação de nossa cidadania através da divulgação deste tipo de situação conseguiremos construir uma cidade mais ordenada, justa e feliz.

Grato,

Cidadão Atento.
.







O Cordão dos oportunistas

por email

Do blog do Cesar Valente (De Olho na Capital)
Publicado em 29 de maio de 2009, às 11:05

O movimento “Liberou Geral”

Abaixo, a relação de deputados catarinenses que assinaram o requerimento da Proposta de Emenda à Constituição 367/09. A matéria, caso seja aprovada em dois turnos pela Câmara e pelo Senado até setembro, permite que o presidente Lula, os governadores e os prefeitos reeleitos disputem uma nova reeleição no próximo ano.

A lista foi fornecida pela Câmara, o Coturno Noturno deu a dica e eu peguei aqui, no Congresso em Foco, que tem o nome de todos os 183 fãs nacionais do Lula e do terceiro mandato.

DEM

JOSÉ CARLOS VIEIRA (SC)

PMDB

ACÉLIO CASAGRANDE (SC)
EDINHO BEZ (SC)
JOÃO MATOS (SC)

PT

DÉCIO LIMA (SC)

Alguma surpresa?
.

Frase do dia

"O fim da civilização está próximo."
Márcio Zacaron, no debate da Eldorado, comentado o cinismo dos políticos em geral e em especial um de Joinville que, segundo Paulo Coutinho no mesmo debate, queria criar o dia internacional da mulher do pastor evangélico.
.

Games

Por email:
Achei muito interessante aquele caso do cara que é viciado em Paciência Spyder porque é o meu caso também (lembram?). Gostaria de agradecer a dica de vocês de tentar outro jogo para se livrar da paciência e gostei demais do joguinho do gato do demonho (aquele que a gente tem que tentar cercar). Informo que não funcionou. Estou viciado nos dois agora.
.

maio 28, 2009

Você tem um nome comum?

Uns amigos questionaram sobre os perigos de fazer um comentário no blog revelando o próprio nome. A conversa derivou de uma reclamação nossa que esses amigos não nos visitavam.
Nosso editor respondeu assim:
- Registra só o primeiro nome. Nós vamos saber que são vocês mas os outros não têm chances de descobrir, afinal Ricardo, Alexandre, Rodrigo ou André tem de pá por aí.
Quase bateram no blogueiro.
- Ah é? E tu acha que o teu nome muito lindo...
Claro que a intenção não era essa.
Alguns nomes são mais, digamos, usados que outros. Ricardos, Alexandres, Rodrigos ou Andrés não têm idéia do drama de ser um Antonio Carlos Borges (nome aleatório, pinçado dos anais da crônica policial). Boa parte da população se chama Antonio Carlos Borges. Parece que um surto de falta de criatividade atacou as famílias no fim do século passado. Tem mais de 400.000 deles vagando por aí, boa parte contumazes frequentadores da tal crônica policial. Note-se que, aí, existe o agravante da repetição do primeiro nome, o do meio e o sobrenome.
Pois descobrimos um desses infelizes aqui em Criciúma e fomos falar com ele, ver como é ser um Antonio Carlos Borges na vida real. É triste. Assim:
  • vive recebendo ligação de cobrador de contas que não são suas;
  • sua mulher já atendeu parentes chorando porque souberam que ele tinha morrido;
  • ele próprio já viu sua morte no jornal, esfaqueado num bailão do Arroio do Silva.
Debaixo de tanta mesmice, ainda assim ele tem um sonho. Quer um dia organizar uma daquelas festas de família (tipo Daros, Pavei, Canella, etc.) e convidar uns 500 Antonio Carlos Borges para confraternizar. Todo mundo com o mesmo nome. Apresentações seriam dispensadas. Só precisaria calibrar bem a segurança.
.

maio 27, 2009

Ar ou vidro aberto?


.
Deu no Jornal Hoje outro dia que "ar condicionado consome menos que vidro aberto." Será? A mesma Globo já exibiu no Fantástico matéria dos Mythbusters onde eles detonam esse mito. Eles fizeram vários testes e os resultados pareciam críveis. Abasteceram o carro com a mesma quantidade de combustível e andaram sempre a mesma velocidade, numa pista estilo Daytona, até o carro parar por falta de combustível. O carro que ia com o AC ligado ficou sem combustível 30 voltas antes do que o carro que ia com os vidros abertos.
Vale lembrar que se a Globo falou agora que ar gasta menos isso deve ser verdade. Se falar mais uma vez teremos certeza que é verdade e se falar de novo estará caracterizada a verdade absoluta e, nesse caso, algum tipo de protesto deve ser organizado para detonar os Mythbusters.
.

Sinalização fraudulenta - estelionato oficial


.
O trecho mostrado no vídeo acima está na rodovia Alexandre Beloli, ligação entre a rod. Luiz Rosso e a Içara partindo da rótula um pouco antes do Quartel. Assistam com cuidado. O otário* cidadão viaja tranquilo a 80 por hora (a primeira placa diz exatamente isso: 80 km/h - fiscalização eletrônica) e percebe lá na frente no alto da lomba, uma placa de 60 km/h. Você reduz para passar nela a 60, porém, nesse momento, você já está multado. Há um pardal antes. Preste atenção no vídeo que é possível perceber a arapuca.
.

.
Que esperança...
Nos perguntamos várias vezes sobre a utilidade de postar isso. Nenhuma. Zero. Somos otários em dobro, sendo multados lá e gritando pras paredes aqui, somos descrentes quando o destinatário de nosso desejo de mudança é um órgão público. Se temos esperança de sermos ouvidos com essa gritaria desesperada? Claro que não. Com órgão público no meio "a esperança é a única que morre", já dizia o pensador nordestino Falcão (pensador e engenheiro).
.
Golpe reincidente
Descobrimos agora que há pencas de reclamações de pessoas que juram que estavam dentro do limite e foram
empulhadas multadas no trecho. Pelo menos uma dessas vítimas do golpe do pardal antecipado (bonito nome! deveria até ir pro título - melhor não, não expressa nossa real contrariedade) nos conta que já procurou o departamento de trânsito para reclamar. Trata-se de um senhor que dirige estritamente dentro do que lhe orienta a sinalização. É mais fácil ele ser repreendido por andar abaixo que acima do permitido. A ele foi dito que "aqueles pardais batem fotos da traseira do carro, portanto a multa era correta." Entenderam? Claro que não. É a explicação mais cretina que alguém que reclama desejaria ouvir. Que raios interessa se o pardal (cúmplice da quadrilha, o pardal, vamos combinar) bate foto da frente, de trás, do pneu, ou da pqp? Interessa que ele está no lugar errado.
.
Caça proibida
Desculpem se exageramos, às vezes dá vontade de montar um grupo de extermínio, ou uma milícia daquelas que até políticos cariocas participam, uma Ku Klux Klan anti-pardal e partir pra retaliação. Partir pro
revide abate - de pardais. Não temos o direito? Eles também não. Estão logrando o contribuinte, induzindo-o ao erro... e fazendo dinheiro com isso.
.
(*) Otário - é como se sente o contribuinte vítima da armação.
.

maio 26, 2009

Doação de sangue ruim

Deu no JM: CAMPANHA DE DOAÇÃO DE SANGUE CORINTHIANA CHEGA A CRICIÚMA.
.
Com essa manchete, pensamos: a torcida do Tigre vai doar sangue. Deduzimos isso. Os Tigres vão copiar a Gaviões da Fiel. Torcidas copiam tudo, logo... Aí pensamos: temos que evitar isso. Inocular sangue série C na população vai gerar um surto de anemia na melhor das hipóteses, na pior vai criar ambiente para o surgimento de uma peste tigrina. Finalmente, deixamos a preguiça de lado e, lendo a notícia inteira, descobrimos que não é da torcida do Tigre a iniciativa e sim do bando de loucos da respeitável e exemplar torcida do Corinthians existente em nossa cidade, criciumenses natos que em dias de Criciúma x Corinthians vão a campo torcer contra nosso Tigre depauperado e anêmico.
Eles merecem todo aplauso pelo que estão fazendo. Sem sacanagem.

.

Hospital: Político vs Sindicalista


.
Briga de cachorro (que se acha)grande no Conselho Municipal de Saúde ontem à noite. Qualquer tentativa de apaziguamento é desaconselhável.
.
Sinopse:
Quorum total, o presidente Valdir abre os trabalhos, lê um parecer do MP contra a votação da transferência (do controle do HISC para o São José), dá a reunião por encerrada e vai embora. Antes não tivesse ido.
.
O golpe de conselho:
Conselheiros sublevaram-se, sob a liderança do governista Paulo Conti, e tomaram o conselho. Elegeram um presidente para a ocasião, votaram a transferência e foram embora com a aprovação embaixo do braço.
.
Análise popular (putzgraciana):
Não vamos julgar o mérito nem tomar partido(?)... mas tem coisa aí. Aí teeeem. Com capacidade de negociação das partes abaixo da linha da cintura, sobraram erros de parte a parte:
  • Do presidente(o primeiro), que hoje declarava apocalipticamente que fez aquilo em nome de Deus, da Sociedade e da Justiça. Um slogan do car&#@%&! Mas, em nome de Deus, presidente, não era pra ter votado o parecer do MP?
  • Dos governistas que mandaram capangas oficiais de justiça da própria prefeitura assediar convocar os conselheiros para a aprovação votação da transferência.
É assim que começa
As manobras insidiosas dos governistas levou o presidente a atropelar os fatos. Agora (sempre lembrando que não tomamos partido(!))... onde esses caras aprenderam a armar essas maracutaias pra querer impor à Sociedade (à Justiça e a Deus, vai) a vontade deles??? Resposta: eles desenvolvem, por instinto, nos porões da política partidária municipal que vai um dia desaguar naquelas coisas odiosas, asquerosas, que infestam a grande mídia (tipo mensalão, cartões corporativos e farra das passagens). E agora (de novo) o mais hilariante, se não fosse pra chorar: tudo o que foi armado ontem no CMS é ilegal e vai ser contestado (tomara!) nos tribunais. O MP avisou antes.
E nós? Vamos levando.
.

Direito de resposta

Sobre o post "Herbalife na Câmara", logo abaixo, recebemos o seguinte comentário:

Caros, confesso que ri da forma como vocês colocam as coisas... Têm todo direito. Mas também o tenho para dizer que, se é uma crítica, não me incomodo ao recebê-la por ter a meta de levar, a cada Sessão, dois visitantes que nunca estiveram na Câmara. Óbvio que nem pergunto nada a ninguém no meu pronunciamento e nem peço aplausos, até porque não seria permitido e nem faria sentido, já que o convite para que lá compareçam parte de mim própria e, portanto, sei previamente quem vai. Já levamos uma turma de Administração da Unesc, jovens e adultos que nunca tinham lá estado. Acho importante conhecerem como funciona a Câmara e o que fazem os vereadores e, como vocês disseram, acho que ir à Câmara de Vereadores é também exercer cidadania. Fica o convite para vocês. De qualquer forma, parabéns pelo espaço democrático. Romanna.

maio 25, 2009

Herbalife na Câmara

A Câmara Municipal teria algo a ver com a Herbalife? Reformulando, o que uma sessão da Câmara tem em comum com uma sessão reunião da Herbalife. Bom, alguma coisa, em certo momentos, tem.

Na Câmara
A Romana tem um jeitinho demagógico que não engana. Não que ela seja, tem o jeito. Se ela quiser ser não precisa fazer força. E não é que de vez em quando ela ensaia uns passinhos!? Na câmara, ela montou um esqueminha para, digamos, dar um trato na própria popularidade, ou, aparecer bem na foto.
É assim, ela pede para assessores verificar nas galerias quem está visitando a câmara pela primeira vez. Eles passam os nomes e quando ela assume a tribuna para a fala de praxe... show time:
- Fulana(o) de tal.
O alvo normalmente dá um pulo. Não esperava.
Aí ela, Romana, diz:
- É sua primeira vez?
O alvo gagueja.
- Quero dizer, sua primeira vez entre nós?
- Sim.
E Romana conclama os edis:
- Gente, Fulana(o) está nos visitando hoje. É a primeira vez dela(e) entre nós. Não é lindo!? Olhem para ela(e). É de gente assim que nossa cidade precisa. Vamos bater uma salva de palma.
E todos batem palma, enquanto olhos se umedecem...

Palmas
Então. É nessa hora que a sessão da Câmara é a cara de uma reunião da Herbalife. Quem já foi uma sabe. É aquele modelito americano onde cada um que conta alguma venda ou quantos quilos perdeu (dieta com os produtos da marca) é ovacionado. Meio invertido, mas o espírito é o mesmo.
Clapt! Clapt! Clapt!
.

maio 24, 2009

Empate com gosto de vinagre

Duas coisas sobre o jogo que acabou há pouco. Uma, o time (Tigre) parece bom. Tem potencial para não cair pra D. Outra, que hora maldita pra marcar um jogo de terceira, hein?! Olha o que a gente perde na tevê: Palmeiras x São Paulo, Grêmio x Bota ou Flu x Santos. Depois reclamam que a renda é pouca. Série D, gente. Marquem pra segunda, talvez sábado de manhã. Domingo de manhã também pode (sábado é dia de ir na praça ou lavar o carro).

p.s.: Tigre 1 x 1 Marília (Marília empatou aos 48 do segundo).

Discutindo o monumento

Ricardo Chicuta, famoso blogósofo contemporâneo, analisou nosso post Criciúma - Parque Centenário (abaixo) e comentou: "Estranho esse monumento. Parece uma ode ao negrão desbravador." Um anônimo, que casualmente se manifesta com a mesma inspirada verve redacional do Chicuta disse "é a mão do prefeito, o popular movimento da mão antes de enfiá-la no bolso."
Reboldosa na redação de PutzGraça:
- Vamos fazer um DM.
- Vamos, vamos. O que é isso?
- Discutir o Monumento.
- Com braimstorming também.
- Isso.
- Vamos pegar o Ricardo primeiro.
- Calma.
- O/os comment/s do Chicuta, tô falando.
- Precisamos definir negrão desbravador.
- Antes, definir ode.
- Ou definir estranho.
- Negrão desbravador não é racismo?
- Que é isso? Tem desbravador por aí afora...
- É, mas seria melhor afro desbr...
- Afro o car%#@*
- Vai te fu%#@
- Calma. Vamos começar de novo.
- Vamos definir mão do prefeito.
- Boa.
- E bolso.
- Prefeito seria o Salvaro ou o Altair que fez o monumento?
- Acho que ele quis falar de todos.
- E mão?
- De todos.
- E enfiar?
- Pois agora...
.

maio 23, 2009

A crise dos cachorros - parte III (final)

Já vimos que os cachorros estão raivosos com a ameaça de castração generalizada (A crise dos cachorros - parte I); vimos também que radicais livres têm proposta de solução final para a questão cachorraica (A crise... - parte II). Agora vamos ver que os bichos estão se organizando orwellianamente rumo à própria revolução. Vejam as diretrizes traçadas no último congresso da classe, onde se ouviram os acoos iniciais rumo à derrubada da tirania vigente, rumo a sobrevivência da espécie abandonada:
  • É preciso organização. "Cachorros de Criciúma, uní-vos! Cachorro unido jamais será cozido - nem vai virar sabão."
  • Buscar apoio de cachorrões bem posicionados na society. Não aquelas cachorras de pelagem dourada que passam o dia fazendo unha na Space Dog, mas sim cachorros de latido forte, formadores de opinião, que possam contribuir para o bem da causa;
  • Fundação do MST-C (MST canino). Isso dará acesso a verbas federais e facilitará impunidade no caso de precisar promover algum morde-morde (versão animal de quebra-quebra) para sensibilizar a opinião humana;
  • Criação do PT-C (PT canino). Talvez aí a ação mais vanguardiloza. É quase uma garantia de proliferação desenfreada, como lactobacilos vivos. Mesmo que a carrocinha prenda 10 cachorros filiados ao PT, outros 110 surgirão com idéias novas para driblar as falhas que levaram os companheiros à carrocinha.
Aí cachorrada. Qualquer coincidência é mera semelhança. De qualquer forma é preciso se espelhar nessa maravilha que é o exemplo humano para evitar o que eles, os humanos, planejam para vocês.
.

Criciúma - Parque Centenário








maio 22, 2009

Dilma e eu


Preste atenção na conversas dos dois putzgracentos cretinos...
- Coitada da Dilma, né?
- Que Dilma?
- Rousseff.
- Coitada??? Ela é PT.
- Nããão, a doença... ela tem glaucoma, mioma, sei lá... só sei que é câncer. Tá ferrada.
- Ah! É que detesto a petralhada.
- Vou te contá, também detesto, mas a Dilma mexeu comigo.
- Não vai me dizer que vais votar nela...
- Deusmelivre! Mas a doença dela serviu pra testar meu caráter.
- Êêêê! Coisa de viado.
- Rapá, nunca pensei que era capaz de odiar alguém como político e se emocionar pela pessoa. Tudo ao mesmo tempo.
- Tu odeia ela?
- A mulher é muito arrogante. É ela lá e o Salvaro aqui, respeitando as devidas proporções.
- Esse também é meio mala.
- Meio???
- Só que agora ela que se prepare. A bronca dela não é fraca.
- Pois é. Aí que tá. Me abalou. De repente a mulher tá com o pé na cova.
- Também não é assim..
- É. Pior que é. Eles ficam com esse papinho de que não é nada grave, mas é. Mesmo que não fosse não dá pra acreditar, os caras mentem sempre.
- E ela foi internada de novo.
- Eu não disse? É pepino. Me emociona ver alguém sabendo que está diante de um fato gravíssimo tentando demonstrar força, equilíbrio, enfim. Nesse momento, separei a pessoa da política, a Dilma da Ministra, o ser humano da pessoa pública peçonhenta...
- Acho que tu tens razão. Acho que ela daria boa presidenta.
- Vai te ferrar, meu. Tu não entendeu nada...
.

Igreja de Criciúma a favor do crime

Desculpem a manchete debilóide de tabóide.
Avisaram mas não acreditamos (vide aqui).
Num momento em que a cidade se vê castigada
pelo aumento da insegurança, a guarita da PM
instalada na Nereu Ramos foi-se. A Igreja pediu
a desocupação da área.
Contramão!!!

maio 21, 2009

Mengão eô!!! Mengão eô!!!

Nóis já sabia...
E avisamos!!!
Quer ver?
.

Socorro!!!!!!!!!!

Vocês aí, me ajudem!
Não sei mais o que faço, tô perdidinho no vício. Não consigo passar 10 minutos sem a maldita Paciência Spyder. Sei que tem gente pior do que eu. Tem um amigo meu, professor universitário, que é perdido por Atari, aquele joguinho primitivo, do século passado. Acho que ele está pior que eu. Me mandaram comprar um PlayStation II pra ver se passa. Outro amigo disse que se eu jogar Fliperama, a bola pode pular do jogo bater na minha telha e o vício some. Pior que tô sentindo que a dependência progride. Estou começando a me interessar por outros jogos. Me mandaram um maldito game de cercar um gato desgraçado (tô mandando pra vocês anexo) que tá alterando meu dia-a-dia. De vez em quando começo a gritar palavrão pro bicho (quando consigo cercá-lo não me guento e mando ver um "te fudesse ferrasse gato do demonho!"). Minha mulher acha que preciso ser internado. Pra desintoxicação. Vou parar agora, tenho que jogar um pouco. Quero traçar aquele gato viado.
Respondam logo, por favor, existe vida inteligente após o jogo?
Internauta anônimo... pacienciófilo spydórfilo.
.

maio 20, 2009

Que onda é essa?


Jaffar Ohmari (não garantimos a grafia) entrevistando o presidente da Criciúmatrans hoje(20) de manhã, na Som Maior Premium:
- Presidente, a última pergunta.
- Pois não.
- E a onda verde da Centenário, vai sair?
- Onda verde... onda verde... Que é isso?
Houve uma breve interrupção. O Jaffar deve ter pensado "Ele deve estar me tirando. Pensa o que? Que tô falando da torcida do Palmeiras?"
- Presidente, presidente... Onda verde, aquele facilitador de trânsito onde os carros passam no sinal verde e o próximo também está verde. O trânsito flui que é uma maravilha.
Novo intervalo. Agora para nós, PutzGraça, expormos carinhosamente o que pensamos: É o fim da pickup. Não é que não tem onda verde, tem onda vermelha. Parece que fizeram de propósito. A gente arranca numa e pára na outra. Se fosse aleatório, tipo duas verde uma vermelha, três por duas, etc, tudo bem. Mas não, é um desespero. É onda vermelha. Arruína tanto a fluidez(!) do trânsito quanto o sistema nervoso dos infelizes que estão nele. Vamos dizer mais, se esse presidente, qualquer presidente, da Criciúmatrans estamos falando (o outro não sabe nada), fizesse só isso, sincronizasse os sinais (sinaleira/semáforo/sinal), ele poderia ensacar a viola e ir o cisco. Estaria endeusado para sempre. Se consagraria. Se saísse pra prefeito ganharia frouxo. Mas...
- Presidente? - Jaffar chamando de volta ao trabalho.
- Oi.
- Lembrou agora? Onda verde.
- Ah tá. Não sei de nada.
- Como assim?
- Vou dar uma olhada. Não me falaram se tem projeto ou qualquer coisa verde nesse sentido.
- É mesmo???
- Mas eu vou olhar. Qualquer coisa, te digo.
- Ok.
- Abraço.

maio 19, 2009

Uma obra de arte

Adivinhe que cidade teve um orgasmo criativo daqueles capazes de gerar uma pérola digna de Guiness? É nós na fita. Está em gestação, vítima de nossa histórica (in)capacidade criativa, nosso inesgotável poder de produzir coisas inexpressivas*, o ovo da serpente de nossas geniais lideranças: a via rápida mais lenta do mundo**.
Para resolver problemas de rejeição das comunidades que serão varadas ao meio pela via (Jardim Maristela, por exemplo), nossos projetistas apelaram para para o velho e bom humor negro e prometem empurrar lombadas eletrônicas ao longo do trecho. Três já estão no mapa. Mais o pedágio. Vai ser mais fácil ir pelo Verdinho.
Estava bom demais para ser verdade.
.
(*) exceções: Avenida Centenário, Ed. Lucio Cavaler e Ed. Millenium.
(**) Via Rápida: projeto de ligação, pós-moderno, com pistas duplas, centro-Criciúma/BR-101.
.

maio 18, 2009

Programa do Jô - 18.05.2009

Pessoal da Unisul...

Generación Y


A cubana Yaony Sánches é uma blogueira de 31 anos que fala do cotidiano de seu país, castigado por um regime ditatorial. O blog da moça não é fraco, nem ela. O blog teve em um determinado mês 4 milhões de acessos, ela acaba de ser eleita pela Time americana uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, mesmo que, em Cuba, pouca gente saiba quem é ela ou o que é um blog.
p.s.: Generación Y/Geração Y consta no Blogódromo, na barra ao lado.

Sacanagem na BR


O blog Magalices postou a cartilha "O que todo homem deve fazer um dia" (veja a listagem completa aqui)
.
O item 5 é "Fazer sexo em local público".
.
Olhem o que nos contou um blogueiro anormal(?):
Vinha de Tubarão com a esposa e a tarada cismou de transar na beira da BR. Ali, logo que desce aquela morreba, vindo de Tubarão antes da Polícia Rodoviária, o clima esquentou, eles pararam o Fiat Uno Mille no acostamento e foram pra rua. Vale lembrar que pista dupla nem pensar. O maridão, com a libido a ponto de explodir, botou a esposa ofegante sobre o capô, tirou, tirou não arrancou a calcinha (perdoem a vocabulário - pelamordedeus, que vergonha) e, exatamente na hora da invasão, passa uma carreta Scania 420, embalada pela descida, com os faróis mais erguidos que toda a tesão do nosso amigo ofegante. O Uno balançou tanto que a mulher deu uma escorregada. O vento que a carreta levantou ao passar levou a calcinha da coitada (quase coitada). Ele ficou na dúvida se continuava mas a esposa desvairada trançava as pernas no afoito. Ele reiniciou o vuco-vuco e, nisso, passou um bitrem carregado com mais de 30 toneladas a menos de meio-metro do casal aceso. Aí a parte ativa de nosso garanhão, antes tesa, balançou tanto quanto o Uno. Mas a mulher queria. Gemia e queria. Então veio o golpe de misericórdia. Um ônibus da Santo Anjo vinha e o motorista safado sacou o ato em curso sobre o capô do Fiat. O Maldito disparou a buzina e passou a mil. Não teve jeito, todo o entusiasmo do amante da BR despencou de forma irreversível, mesmo com os trejeitos insinuantes da mulher que que não queria se render ao movimento.
Ficou trauma da BR. Foi pior que perder um parente. O rapaz levou mais de seis meses para reerguer-se. A Santo Anjo ele não quer nem pra levar encomenda.

maio 17, 2009

A paisagem do futebol

Durante o Inter 2 x 0 Palmeiras

.
Lances normais

.
e uma imagem surpreendente da beira do rio

.

Frase do dia

Foi dito no JG, em resposta à pergunta "como reconhecer uma obra de arte?":

"É aquela que acerta a gente com um soco no estômago, você perde o ar quando vê a obra."

Legal. Outro dia mandaram um email pra nós dizendo que iriam nos encher de porrada. Pelo jeito tamos agradando.
.

maio 16, 2009

Gente estranha

Sem preconceito, colunas sociais não estão exatamente no topo da lista de nossas preferências de leitura. Pra falar a verdade, não estão na lista. Mas vai que publicam lá assuntos postáveis? Como saber?
.
Então. Pra gente se manter atualizado, determinamos que a primeira tarefa da Mócra (nossa estagiária muito
gostosa competente) é passar as colunas e ver o que tem de ridículo interessante.
Sexta ela achou isso no Juan Garcia (JM):

.
Putz! Vamos combinar, essa é a nota mais sem pé nem cabeça e que apareceu depois que a Mócra começou o rastreamento. Se fizermos um campeonato de notícias do colunismo por ordem de utilidade ou interesse (as mais espertas primeiro) essa já entraria como rebaixada.
Acreditamos que a foto dos baladeiros abaixo está no mesmo nível e estilo. Vamos mandar pro JM:

.

Do internauta, sobre "Esposas perdulárias"

Geovane comentou assim sobre a postagem "Esposas perdulárias":

Sem contar que a tal "diesel" pode estar vindo do Paraguai, Taiwan ou da 25 de Março. Muitas vezes o que tem de original é só o preço.
Infelizmente vivemos em um país de pobres endinheirados e burros que não se importam em pagar R$ 1.000,00 em uma peça de roupa por causa de uma marca.
Bitolados, esquecem de mensurar o tão falado custo-benefício e nem se dão conta que podem comprar três de muito melhor qualidade (e de boas marcas também) com o que se paga em uma.
Fazer o que???
Sempre vai existir alguém que não se importe, mas é por isso que se diz que "babaca nunca se acaba, só raleia".
Mas uma coisa é certa: ser simples e inteligente é o que está na moda.
.

maio 15, 2009

Desculpe cidadão, você não é nada... - Comentário

Filipe Casagrande comentou assim a respeito da postagem abaixo "Desculpe cidadão, você não é nada...":

É aquele famoso jogo: Quando um problema cai na mídia e se espalha pra opinião pública, eles agem rápido para mostrar eficiência.

Porém, quando é só uma ou duas pessoas que entram em contato com o setor para resolver, eles vão deixando para depois.

No orgão público, há inúmeras prioridades para resolver. Sei porque já trabalhei em um e entendo que não é fácil.

Vamos supor. É como se todos os dias chegassem "10" problemas, quando tu tem uma estrutura para resolver apenas "4".

Em muitos lugares funciona deste jeito, infelizmente (Não deveria ser assim).

Desculpe cidadão, você não é nada...

... sem a RBS.
.
Início de marco de 2009, uma esquina perigosa, mal sinalizada, muitos acidentes. Resolvemos agir. Batemos fotos e mandamos por email para a Criciúmatrans pendindo placa de "pare" dos dois lados da rua. Mandamos em nome do blog, em nome dos blogueiros, em nome da pqp, da mãe do badanho e... nada. Branco total. Não responderam nem pra dizer que somos chatos.
Nesta semana, já mergulhados em depressão, assombrados pela certeza da auto-insignificância, mandamos para o quadro JA Repórter do Jornal do Almoço.
A reportagem saiu ontem, hoje passamos lá e...

A culpa é da Globo

Jogo encerrado
A Unisul fechou o time de vôlei. Unisul para nosotros - e para todos que acompanham esportes, para a Globo é Joinville (já falamos disso aqui). Era Joinville. Tá fechado. Um dos motivos alegados pelo patrocinador é exatamente esse, a Globo muda o nome do time para não citar o nome de quem financia. Lembram? Malwee é Jaraguá, Rexona é Rio, Cimed é Florianóplis, etc. Aí as empresas não têm a visibilidade esperada, acabam se retirando e o esporte... babau.

A explicação da rede

Mas a Globo é maravilhosa. Ela explicou tudinho, em nota, porque faz isso. É emocionante. Uma maldade quando falam mal deles. É assim: está na constituição deles a missão messiânica de explorar promover o esporte nacional mas, ou e, acima de tudo, investir na formação de um povo culto e esclarecido (os carros chefes desses missionários da cultura são Big Brother, Ana Maria Braga e Faustão, não necessariamente nesta ordem). Então, ela muda o nome dos times apenas e tão somente com o fim altruísta de "deixar claro para o telespectador a diferença entre o comercial e o esportivo".

Ô povinho bloqueado

Ah bom! Por que não disse antes?! Agora ficou claríssimo. Faz sentido. Se ao invés de Joinville falasse Unisul a gente ia pensar que a quadra é uma sala de aula, o Marcelinho é professor e o Giovane Gávio é o reitor do time? Se falar Malwee o povo ignorante iria pensar que futsal se joga em malharia e o Falcão é vendedor de camiseta? Falando Cimed, pelo jeito nós burraldos, pensaríamos estar assistindo uma farmácia sacando e bloqueando, com o Bruninho aviando remédio?

A sacada final
A resposta é sim. Eles acham isso. Tem que achar. Acham que não sabemos o que é exatamente esporte numa transmissão. Só achando que o povo é muito burro para dar uma explicação dessas. Nós merecemos.

p.s.: A Unisul mudou para São Paulo, agora em parceria com o Sesi (antes, em Joinville, era com a Tigre). Vamos ver que nome nossa protetora da cultura vai atribuir ao time.
.

maio 14, 2009

Mais uma droga

Viram? Nós avisamos, uma droga leva a outra (se não viram, vide aqui). Estão trazendo o maluco do Lulu Santos para o Colibri do Mampi e já começou a baixaria. O cara quer um avião para trazê-lo e levá-lo de volta à Porto Alegre. E não é que o estopor não aceitou nem um dos doze aviões particulares que ofereceram? Ele quer um jatinho executivo exatamente do tipo que não tem aqui. Taí, pensa que é Mick Jaegger mas tá mais pra Wando. Quer ver que ele vai aprontar no baile, como fez em Floripa onde mandou todo mundo se ferrar (do mandarim fuck), botou a viola no saco e vazou em quinze minutos????????
.

maio 13, 2009

Povo educado causando boa impressão

Impressões de um "Macaco Pensante", por email:

Só pra deixar anotado mais um exemplo do PutzEgo dos ditos 'ricos' criciumenses. Estava eu andando de skate no bairro onde moro, numa rua de mão única, onde assim posso manter o controle da situação e não atrapalhar o tráfego. Pois quando olho para traz vejo um Ford Fusion (não anotei a placa...droga!) na CONTRAMÃO atrás de mim, propositalmente reduzo minha velocidade, e tomo uma buzinada. Ora! onde já se viu, com que direito o proprietário do Fusion perturba minha paz? Direito do dinheiro? Direito do carro do ano? E se não bastasse, ao fazer a curva entrou em outra contramão...
CARA MEU FILHO NÃO VAI MORAR AQUI, É O QUE EU TENHO A DIZER!
educação, cultura e arte... cadê?

A crise dos cachorros - parte II

Na primeira reportagem da série (vide A crise dos cachorros - parte I, aqui), apuramos que o drama da castração era o que mais tivava o sono dos cães e punha em risco a perpetuação da raça (das raças, tipo rottweiler, pastor, street dog, salsicha, etc).
Que bom se fosse só isso...
PutzGraça injetou RedBull em sua veia investigativa e descobriu coisas alarmantes. Muita gente tem raiva de cachorro em Criciúma. Percebemos em nossa investigação que existe organização na raiva. Há uma facção (não, não de roupa) com ramificações em vários grupos representativos da cidade, como a moribunda Guerrilha Jovem, as Pervas do BC (Boulevard Cafe), os GLT's da Centenário, os Carroceiros do Centro, entre outros, que têm como opção sexual ferrar (do francês foder) com os cachorros. Se possível, com luta armada. O líder dessa organização é um ex-pintor de ascendência austríaca, autor do livro Minha Luta contra os Cães (Mein Kampf gegen Hunde, no original), onde ele defende a "solução final" para a questão cachorraica.
Confira algumas premissas dessa obra de arte dos diabos:

Fase 1
  • Sequestro de animais para desová-los dentro de sacos em regiões afastadas (já em andamento na cidade);
Fase 2
  • Criar em Criciúma um polo de sabão;
  • Espetinho de gato: promover o consumo, em todo evento esportivo, providenciando ao mesmo tempo a substituição da matéria-prima;
  • Solicitar aos Laboratórios Búrigo, Dal Pont e Unimed o desenvolvimento e procriação de um Influenza C (vírus de gripe canina) com efeito direcionado aos próprios bichos.
A três medidas acima são preliminares e preparariam a sociedade para o jogo de fundo, a fase 3, de abrangência massificada, com apelo mais nacional-socialista:

Fase 3
  • Criação de campos de concentração (que terão o nome de Centro de Zoonoses) equipados com fornos crematórios com capacidade compatível com a população (canina);
  • Direcionar os subprodutos das chacinas dos abates (sabão, pelos - para travesseiros, dentes - para colares) para a população carente. Isso aliviaria eventual pressão da mídia.
A meta a ser perseguida pelos neo-fdp parece (só parece, não ficou muito claro)ser a extinção total da raça canina.
.
P.s.: Vimos aqui, nesta segunda reportagem, o lado anti-cachorro. No próximo e último capítulo, veja o que os cães podem fazer para escapar do pior.
.

maio 12, 2009

Esposas perdulárias

Viram o Fantástico domingo? Querem ver uma parte agora (podre essa(!))? Deram R$ 200 pra uma guria e mandaram ela às compras. Era um teste, pra ver quanto rendia. Ela foi e voltou com duas calças jeans, um blusinha, um par de sandália, bijuterias e ainda sobrou dinheiro pro ónibus da semana. Pois é. Um putzgracento estava fazendo palavras cruzadas e espiando as reações da própria esposa enquanto rolava a reportagem. Os olhos dela brilhavam. De raiva.
- Essa maluca - rosnou ela, - nem na Henrique Lage tem coisa desse preço.
É meus amigos. Diferença de classes. Isso que ela não é da turminha das locomotivas, galáticas e muito menos das lulus (fala baixo).
Sabe o que ela falou quando fechou o quadro?
- Com duzentos não dá nem pra primeira prestação de uma calça Diesel...
O putzmarido pensou:
- Se for uma Flex ela vai precisar crédito pessoal...
Podre essa também. Tudo bem.
.

maio 11, 2009

Olha o respeito!

Enquanto isso, na praça Nereu Ramos...

colab. Tiago Colombo

O abstêmio


Chegou assim:
"Caríssimos amigos, este blogueiro participa que está iniciando hoje (11), cruzada "irreversível" de 30 dias de total abstinência de álcool, assim como de todas as bebidas que o contenha. Até água mineral será moderada. Há quem não acredite muito que isso vá até o fim (inclusive o próprio blogueiro bebaço). Pede-se, portanto e de qualquer forma, a gentileza de evitar convites para ágapes, happy hours, orgias e afins, para evitar a tentação. Obrigado."